Atingi o Peso Pretendido e Agora?

7 Maio, 2013

Olá amigas/os hoje quero partilhar com vocês um pouco da minha batalha pessoal com a alimentação e o peso. Como sabem há cerca de 8 meses, tomei a iniciativa de cuidar de mim e perdi no total 23 Kg. Mas como já diz o ditado popular e os vários comentários ouvidos: Após emagrecer, lá vai ela engordar novamente. Pois bem, como gosto de andar em sentido contrário ao povo, continuo com o meu peso cá em baixo. J

 
Mas é fácil manter o peso? Não, esta é outra batalha mas se a pessoa aprender a escutar o seu corpo não terá muitos problemas; pois querendo ou não sabemos quando já comemos demais.

O que quero partilhar convosco é que truques podem aplicar para manter o peso. Será que podemos comer indiscriminadamente ou deixar de praticar exercício físico? Pois bem, cá vão algumas dicas:

·         Quando atingi o peso pretendido decidi estabelecer um intervalo de peso na qual devia variar, pois tinha a consciência que o peso não seria constante, não pelo menos nos primeiros tempos. No meu caso dei um intervalo de 2 Kg, ou seja, atingi o peso de 63Kg então o meu peso deve variar entre os 63 e 65Kg.

·         A pessoa deve pesar-se de 2 em 2 semanas, não te desleixes com o teu peso.

·         Comecei a comer mais vezes algumas coisas que gosto mas ao almoço, ao jantar tento sempre comer coisas leves. Tento porque nos dias em que estou super cansada do trabalho e dos cursos que ando a fazer janto a comida normal mas em menor quantidade (prato de sobremesa).

·         Continuo sempre a beber muita água e a comer as minhas bolachas e snacks. Comer várias vezes ao dia é essencial para não andar esfomeada/o e mal-humorada/o.

·         Exercício físico não deve ser abandonado, é necessário para queimar as calorias e tonificar o nosso corpo. Deixo o meu exemplo: quando não estava super ocupada continuava com os 3 dias semanais de exercício mas confesso que agora que quase não tenho tempo vou correr quando posso mas procuro andar mais.

A dica é saber jogar entre a alimentação e o exercício físico: tenho tempo, pratico mais exercício físico e posso ter alguns luxos. Não tenho tempo, ando mais e cuido mais da alimentação (muito poucos luxos).

Entende-se como luxos o que gostamos de comer. Espero vos ter ajudado.

Bisous

You Might Also Like

1 Comentário

  • Responder VPinto 30 Maio, 2013 at 8:25

    Olá novamente…. Achei este post muito interessante, pois encontro-me +/- na fase de manutenção, tenho 1,67m, iniciei o meu percurso em julho/ 2012 com 77kg, mas atualmente peso cerca de 65,3kg. A mim acontece-me exatamente o contrário, isto é, quando faço exercício tenho mais cuidado com a alimentação, penso, "fogo não estive a esfalfar-me feita doida para deitar tudo a perder!!!". Quando não faço exercício tenho mais tendência a desleixar-me com a alimentação. Burra!!! Por isso tento fazer, nem que seja uma pequena caminhada todos os dias, assim engano o meu pouco inteligente cérebro. Confesso que, pela primeira vez, tenho algum receio em deitar tudo a perder, até porque, apesar de algum cuidado com a alimentação (máxima: pequeno almoço de rei, almoço de príncipe e jantar de pobre, e alguns lanches pelo meio, 2 ou 3) sinto que o exercício físico teve um papel preponderante, principalmente pelo facto de às vezes cometer alguns excessos. Nesta altura a perda de peso é pouco significativa, por isso continuo a pesar-me 1 vez por mês, a ver se vou vendo algumas gramazitas pelo menos, nem que seja só para me animar, pois gosto muito do resultado e de me ver “gira”. Muito obrigado pelos posts, que me vão aconselhando e dando algum alento para continuar esta jornada para a vida.

  • Deixar comentário