Feliz Dia das Mulheres! Será Mesmo?

8 Março, 2017

Bom dia amigas!!! Hoje em todo o mundo celebra-se o Dia Internacional da MULHER e durante todo este dia somos bombardeadas e bombardeamos todas as nossas amigas com esta mensagem: feliz dia das mulheres! Mas será mesmo um dia feliz?

Este mês está cheio de palestras dedicadas às mulheres, pelo menos é o que se passa em Lisboa, e aconselho a cada uma a ir ao máximo possível aquelas que puderem pois ai têm acesso a debates e a conhecer mulheres que nos podem inspirar muito, muitas são gratuitas. Para mim é sempre um momento de aprendizagem e partilha das minhas opiniões, vale muito a pena ir e não podia deixar de vos aconselhar a não perde-las!

Ontem assisti a uma, muito boa amigas! Mas alguma vez já saíram de um sítio com a garganta a querer fervilhar com tanta coisa por dizer e não puderam fazê-lo? Aconteceu comigo ontem! Falou-se sobre a mulher, da excelência, de oportunidades, dos desafios que enfrenta, do seu papel, da sua representividade na sociedade…, e foram ditas coisas muito importantes e das quais concordo plenamente mas faltou tanta coisa ser dita.

Principalmente sobre a mulher negra em Portugal, nós somos sempre invisíveis e quando alguém do nosso país tem a oportunidade de falar sobre isso, é como se vivêssemos numa sociedade em que todas as mulheres são iguais, e nunca tocam no assunto. Diga-se de passagem que na plateia contava-se em apenas uma mão o número de mulheres negras. Culpa da organização? Não amigas, culpa nossa que temos de ser mais participativas e fazer levar a nossa voz mais além, em vez de partilharmos sempre os discursos de figuras públicas que vêm dos Estados Unidos. Nós devemos ser a mudança e devemos fazer a mudança acontecer neste local aonde vivemos.

De tudo o que ouvi ontem apenas quero aqui hoje desabafar o que me ficou preso na garganta:

Ser Mulher e ter acesso aos nossos direitos é difícil mas vos garanto ser mulher e ser negra ainda é mais difícil. Viola Davis (temos sempre de recorrer a modelos afro americanos) tem razão quando no seu discurso diz que nós mulheres negras somos dotadas e muito eficientes em tudo que fazemos mas existem oportunidades? Aqui em Portugal existem oportunidades? Existe representividade das minorias étnicas na sociedade. Tive pena, muita pena de não falar isto porque a sala estava cheia de figuras públicas portuguesas e algumas brasileiras.

Podemos falar da ministra da justiça mas vos digo uma coisa que me chocou muito: quando ela assumiu o seu ministério, ninguém (que eu tenha conhecimento) nos mídias salientou o facto de ela ser a primeira mulher negra em Portugal a assumir aquele cargo mas falaram da idade de uma pessoa que assumiu as suas funções em tenra idade. (Para não tocar no dia em que o Obama chegou a presidente dos Estados Unidos). Sinceramente não temos figuras publicas que nos valha nesta parte!

As oradoras convidadas oriundas de países africanos falaram da mulher em Africa, e das suas experiencias profissionais, ouvi atentamente! A sociedade lá tem de mudar e muito mas a mulher negra na sociedade portuguesa parece que não existe mas está na hora de existir e mostrar a sua voz e os seus conhecimentos.

Carreira: neste tópico falou-se na falta de mais mulheres em cargos de topo e a razão da sua não existência. Algumas razões apontadas foram a família, insegurança ou medo. Eu também acrescento: falta de oportunidades e reconhecimento das mulheres. E o salário???? Todas as mulheres ganham o mesmo? O facto de eu ser negra só na entrevista já é um factor a menos…

Outra coisa que foi dito pelas mulheres negras convidadas, é que mesmo que tenham carreiras de excelência em Africa, não conseguem transmitir o conhecimento e inspirar outras porque não é cultural. Pois, mas se cada mulher inspirar outra, as nossas sociedades se tornarão melhores. (Era importante ter dito isto!). E as nossas filhas cresceram com modelos nossos e não importados!

Através da organização Universo Feminino na qual sou uma das fundadoras, tenho tido a oportunidade de trabalhar com muitas mulheres negras e empreendedoras e termos referências de topo neste campo é de enorme motivação para todas nós empreendedoras continuarmos a trabalhar. E já agora deixo de lado, o acesso ao crédito para as nossas empresas…..

Amigas hoje fico por aqui, é muita coisa para falar que está errada na sociedade em que vivo. Desejo-vos um dia muito feliz mas para mim este dia representa o quanto está em falta e ainda por mudar. Para mim este dia não é muito feliz não, sou sincera! Mas também vos digo; não sou de desistir dos meus objectivos e chegar aonde eu tenho planeado vou chegar mas também em cada passo que dou tenho a plena consciência: me dão e também dou, para a minha amiga, irmã, vocês e toda a sociedade que estou envolvida. É assim que tudo cresce, muda e evolui! Bisous

You Might Also Like

Sem Comentários

Deixar comentário